sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Técnica Polêmica - Aparas de Carvalho

Pessoal!!!
O Blog Enofilia traz ao conhecimento técnico sobre vinhos as técnicas que mais causam polêmicas ao se fazer vinhos. Esse post discute uma técnica que está ganhando força, sobretudo no Novo Mundo e mostra os prós e contras do uso de aparas de carvalho para substituir as famosas barricas de carvalho.

Técnica Polêmica - Aparas de Carvalho




Essa técnica vem cada vez mais sendo utilizada em todo o mundo. Ganhou força em 1980 na América do Sul, recentemente foi autorizada pela União Européia em 2006 e desde já veio crescendo cada vez mais...

As aparas de carvalho são pequenas lascas de madeira, cortadas do carvalho, colocadas para secar e aquecidas ao forno. Dependendo da intensidade e do quanto elas são queimadas, adquirem aromas de coco, tostado e fumo. 

As aspas de carvalho são colocadas nas cubas de aço inox durante a fermentação. Dessa forma, o aroma e sabor do vinho é alterado, adquirindo parte da "essência" das lascas de carvalho. Enquanto uma barrica de carvalho custa em média 75 euros por hectolitro de vinho, as lascas custam apenas 5 euros.




Há várias discussões sobre essa técnica, vou mostras a vocês parte dos argumentos dos que são a favor e dos que são contra:
  • A favor: Defendem uma nova forma de colocar o gosto de madeira no vinho, de uma maneira mais barata e sem necessitar de desmatar tantos carvalhos...
  • Contra: Essa técnica serve apenas para aromatizar o vinho, mas nada substitui a barrica de carvalho francés que cria maior complexidade ao vinho, dá maciez aos seus taninos e faz grandes vinhos de guarda!