segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Pessoal!
O maître mais famoso do Brasil, Manuel Pires está a frente do restaurante Tejo, o qual remete a sua terra natal em Portugal: o Alentejo. Sua proposta é mostrar o que é a comida portuguesa de qualidade. Foi um prazer e uma hora conhecer esse excelente profissional, que esteve 34 anos como maître do famoso restaurante Antiquarius (no Leblon, Rio de Janeiro). Sua marca registrada: carisma,  simpatia, atenção e tratamento VIP aos clientes. Confira a matéria e apaixone-se também por Portugal.

Tejo Restaurante:
Horários: de terça a sábado de 12h às 15h e de 19h às 00h e aos domingos, somente para almoço, a partir das 12h.
Endereço: Brasília, Asa sul 404 Sul, Bloco B, loja 27
Telefone: 61 3267-7005

Tejo Restaurante, um pedacinho do Alentejo em Brasília sob o comando de Manuel Pires

Sobre o restaurante:

O Tejo Restaurante abriu as portas na 404 Sul pouco mais de 1 ano e já é destaque em excelência na opção de comida genuinamente portuguesa. À frente do restaurante está o maître mais famoso do Brasil: Manuel Pires que tem como sócio investidor o empresário Jadeilto Moura.

O cardápio contempla os conhecidos pratos da cozinha tipicamente portuguesa. Dentre as especialidades o bacalhau dourado, que vem desfiado com batata palha e ovos batidos temperados; o filé à Tejo que vem fatiado, ao molho de mostarda, creme de leite, ervas secas, mostarda  e batata palito; o camarão à Tejo flambado no conhaque com molho rosado, curry, orégano, coentros e arroz de amêndoa e a paleta de cordeiro assada no forno à moda caseira e servida com feijão branco guisado com ervas e arroz ao molho da assadeira. No quesito sobremesa, destaque para os doces conventuais como a barriga de freira, toucinho do céu, pastel de Belém, e encharcada de ovos.


Na foto, o jantar especial com Manuel Pires e sua esposa Natividade, e Eliane Ulhôa da Solos Comunicações.

A casa funciona também com um cardápio especial para o almoço de terça a sexta, com 12 opções de escolha. Ainda tem a sugestão do dia, sendo que no sábado a feijoada será servida para duas pessoas e no domingo a paella ao frutos do mar também servirá duas pessoas.



O projeto do novo restaurante, desde a escolha do nome, do cardápio e da arquitetura de interiores  tem a intenção de prestar uma homenagem à terra natal de Manuel  O nome Tejo é uma homenagem ao rio que banha a cidade de Lisboa. A arquitetura de Interiores de autoria da arquiteta Priscila Machado remete a elementos portugueses, como é o caso da fachada com desenhos de chapas de aço e cortiça que lembra os corticeiros da região do Alentejo. No interior da casa, detalhes das cortiças no balcão do bar, o lustre colonial na segunda sala que tem o pé direito alto, e as cordas na escada que leva ao segundo piso  lembrando a região náutica de Lisboa. Já a logomarca tem na letra T o encontro de duas linhas que simbolizam ao mesmo tempo o rio Tejo, que corta a cidade de Lisboa, e o eixão que liga dois extremos de Brasília, explica o publicitário e criador da marca, Wellington Braga.

Manuel Pires:

O maître mais famoso do Brasil, Manuel Pires está a frente do restaurante Tejo, o qual remete a sua terra natal em Portugal: o Alentejo. Sua proposta é mostrar o que é a comida portuguesa de qualidade. Como ele mesmo diz: "Comida portuguesa não é só bacalhau! Temos diversos pratos portugueses, muitos tem como ingrediente principal a carne de cabrito, porco e frutos do mar".



No comando do restaurante está Manuelzinho Pires, o qual tive o imenso prazer de conhecer. Nota mil no atendimento e carisma.

Foi um prazer e uma hora conhecer esse excelente profissional, que esteve 34 anos como maître do famoso restaurante Antiquarius (no Leblon, Rio de Janeiro). Lá, era conhecido por todos como Manuelzinho. Sua marca registrada: carisma,  simpatia, atenção e tratamento VIP aos clientes.

Manuel já era maître em Portugal quando veio ao Brasil para trabalhar como maître no Antiquarius. Mais de 30 anos depois, recebeu a proposta de abrir uma franquia do Antiquarius aqui em Brasília. Dois anos depois a franquia do Park Shopping acabou fechando... 

Hoje, é parceiro e sócio da sua esposa Natividade Pires no restaurante Dalí Camões - Brasil 21. E por fim, decidiu abrir o Tejo Restaurante, em parceria com empresário Jadeilto Moura e com a sua esposa.

Sobre o Sommelier e o Chef:

Sommelier Eugênio Cue: Formado sommelier (cursou turismo 5 anos com foco em alimentos e bebidas) na Faculdade de Turismo de Cuba. Possui formação pela International Sommelier Guild Nível 2 (Avançado). É especialista em Charutos.


Na cozinha, o inseparável chef Custódio Rodrigues Alves, que acompanha Manuelzinho desde o Antiquarius do Rio de Janeiro (há mais de 10 anos).



Na foto, o sommelier Eugênio Cue, Manuel Pires e eu

Principais pratos / Harmonização:

Entre vários pratos maravilhosos, selecionei os principais e pedi ao Eugênio que sugerisse uma harmonização para cada um. Confira:

Entrada:
  • Camarao à Zico (48 reais). Para harmonizar o vinho: Duque de Viseu do Dão (216 reais) ou o Tamaya Reserva Rspecial Branco por (320 reais);
  • Surpresinha de Bacalhau (16 reais). Para harmonizar o vinho: Lagosta Rosé que é um Vinho Verde (88 reais).
Surpresinha de Bacalhau:
A brincadeira é tentar adivinhar qual é o ingrediente surpresa.

Prato Principal:
  • Bacalhau do Forno à Portuguesa (123reais). Para harmonizar o vinho: Esteva Douro tinto (179 reais) ou Ababol Verdejo da Espanha, Castilla y Leon (179 reais);
  • Arroz de Robalo com Camarão e lagostins (93 reais). Para harmonizar o vinho: Planalto Reserva Branco Douro (231 reais) ou Lagosta Rosé (88 reais);
  • Arroz de Pato com Azeitonas (68 reais). Para harmonizar o vinho: Dom Fuas Dão (112 reais) ou Topázio Douro Tinto (93 reais);
  • Cabrito Assado (115 reais). Para harmonizar o vinho: Pirca Gran Reserva Cabernet Sauvignon Chile (155 reais) ou Yllera Crianza Tempranillo (254 reais);
  • Polvo à Lagareira (128 reais). Para harmonizar: Cava Ramiro Nature (139 reais) ou Quinta de Azevedo Vinho Verde (187 reais).
Sobremesa:
  • Típicas portuguesas: Pastel de nata cozido, Pastel de Belém, Siricai (sobremesa exclusiva do restaurante) entre outras que podem ser escolhidas na hora (o garçom leva ao cliente uma bandeja com as amostras das sobremesas do dia).
  • Vinho para harmonizar: Croft Tawny (28 reais a dose) ou Vinho Alentejo licoroso Clemente de B (39 reais a dose).
O garçom leva ao cliente uma bandeja com as amostras das sobremesas do dia

Destaques da carta de Vinho (Alguns dos Tops):

  • Casa ferrerinha Douro 2007: 2490 reais
  • Baron de B Reserva 2005: 495 reais
  • Chateau Canon La Gaffelière Saint Emilion Premier Grand Cru Classé: 1500 reais.
Quero levar um vinho de casa para consumir no Tejo, posso? O Tejo tem um serviço - taxa de rolha -  no valor de 50 reais. Terça e quarta-feira não é cobrada a taxa de rolha (ou seja, nesses dias você pode levar seu vinho sem custo adicional para a primeira garrafa). Ainda possui vinho por taça no valor de 25 reais a taça.


Foto mostando parte da adega do Tejo

Ambiente:

Capacidade e equipe Com capacidade para 60 lugares no salão térreo e 40 lugares no andar superior, a casa contará ainda com uma varanda com espaço para fumantes de cigarros e charutos. 



Charutos e harmonização:

O Tejo possui uma confraria de charutos ao comando do sommelier Eugênio Cue, especialista em charutos. As marcas disponíveis são: Cohiba, Montecristo, Romeo e Julieta e Partagas. O valor do charuto varia em torno de 100reais. Para harmonizar, o vinho Mérito Jerez (39 reais a taça).



Agenda Cultural / Jantares Harmonizados:

O Tejo irá propor uma volta pelo Alentejo durante o ano de 2017. Será um  prato por mês a ser divulgado.


Carne de Porco à Alentejana servida na Cataplana

Para o mês de janeiro, Manuelzinho foi buscar inspiração na sua terra natal para criar o prato principal do menu: a Carne de Porco à Alentejana. 


O corte suíno é nobre, temperado com pimentão, azeite, alho e sal grosso, e preparado na cataplana - recipiente metálico da região do Algarve - com a própria banha do porco, um pouco de azeite, louro e coentro. Acrescentam-se as amêijoas (vongole), que chegam fresquinhas.



Provei e achei sensacional! Muito bem temperada e de extremo bom gosto. Sem falar o acompanhamento das batatas... hummmm. Delícia!